Mais notícias

Secom UnB

EXPANSÃO - 09/02/2010

Versão para impressão Enviar por e-mail

Curso de Engenharia Ambiental começa neste semestre

Profissionais da área podem atuar na prevenção de acidentes causados por tragédias naturais, como enchentes


Cecília Lopes - Da Secretaria de Comunicação da UnB



 Tamanho do Texto

Ajudar a prever, avaliar e remediar impactos ambientais são atribuições do profissional de Engenharia Ambiental. O novo curso de graduação da Universidade de Brasília abriu 40 vagas para jovens que querem ingressar em uma das carreiras do futuro. “À medida em que cresce a urbanização e o clima muda, as questões ambientais vão ocupar o centro dos debates da sociedade”, explica a diretora do curso, professora Cristina Brandão.

A busca dos estudantes pela área Ambiental nos programas de pós-graduação levou a UnB a criar o novo curso. “Em princípio, a Engenharia Ambiental nasceu da Engenharia Sanitária, que veio da Engenharia Civil, mas a Engenharia Ambiental é mais ampla, agrega mais áreas”, esclarece Cristina. 

O profissional de Engenharia Ambiental poderia atuar, por exemplo, em localidades atingidas por enchentes. Com os conhecimentos técnicos ele será capaz de achar soluções para o processo de escoamento superficial e evitar o alagamento de um bairro.

Em São Paulo, a redução da impermeabilização do solo com uso de pavimentos capazes de permitir a infiltração da água na terra, poderia ser uma, entre várias medidas da Engenharia, para minimizar os prejuízos provocados pelas enchentes. “O profissional poderá remediar esse problema com o conhecimento tecnológico obtido aqui na UnB”, afirma Cristina.

Segundo a coordenadora, os principais diferencias da UnB para os outros 164 cursos ofertados pelo país são as ferramentas tecnológicas proporcionadas aos alunos para atuar na solução de problemas ambientais. “Não deixaremos de lado o planejamento e a gestão, mas teremos uma forte vertente tecnológica”, conta Cristina. No curso, o aluno obterá conhecimentos sobre climatologia, hidrologia, saneamento, controle de poluição e outras áreas.

No primeiro semestre, os estudantes terão aulas de Cálculo 1, Física 1, Física 1 Experimental, Biologia Geral, Geologia Básica, Introdução à Engenharia Ambiental e Química Geral Teórica. As aulas acontecem no período diurno, no Departamento de Engenharia Civil e Ambiental no campus Darcy Ribeiro.

O curso é previsto para durar dez semestres. Ao total, o estudante deverá cursar 260 créditos, sendo 49 disciplinas (192 créditos) obrigatórias e o estágio supervisionado obrigatório. Sete novos professores são esperados para compor o quadro. Docentes do Departamento de Engenharia Civil e Ambiental ministrarão as disciplinas para as duas Engenharias.

Os Engenheiros Ambientais formados pela UnB poderão trabalhar em agências reguladoras, na administração pública (municipal, estadual e federal), na iniciativa privada, ONGs e prestando consultoria. Por estar no Distrito Federal, a coordenadora acredita que um dos compromissos da Universidade de Brasília é formar recursos humanos para atuar na administração pública.

Todos os textos e fotos podem ser utilizados e reproduzidos desde que a fonte seja citada. Textos: Secom UnB. Fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.

Pesquisar Noticias [ ]

Fale conosco pelo
e-mail secom@unb.br